A poderosa força do amor

Quando somos expostos ao sofrimento e ao isolamento, seja lá por qual razão, temos a sensação de que aquele momento nunca mais irá passar, mas esquecemos que o amor tem uma força poderosa, restauradora e infinitamente maior do que a dor.

A vida tudo sabe, conhece até mesmo os nossos sentimentos mais íntimos e nos cobra, seja pela dor da consequência ou pelo peso na consciência, por tudo aquilo qhe fizemos de mal. A conta sempre chega e cedo ou tarde temos que acertá-la de acordo com nossas escolhas.

Apesar de saber que existem coisas ruins no mundo e em volta de todos nós, precisamos manter a paz, a serenidade, a luz e a consciência sobre a verdade da vida. Isso faz com que tenhamos a capacidade de passar pelas dificuldades com resiliência e compreensão.

Quando você entende que a paz é necessária para atingir o sucesso pessoal, você passa a viver uma felicidade mais doce, mais pura, verdadeira e descobre o prazer de viver.

𝑲𝒆𝒏𝒚𝒂 𝑫𝒊𝒆𝒉𝒍
🅐🅤🅣🅘🅢🅜🅞🅜🅐🅚🅔

Kenya Diehl Entrevista

Boa noite meus amores. Abril é o mês da conscientização do autismo e para celebrarmos juntos eu apresento para vocês a minha nova série no YouTube, que se chama “Kenya Diehl Entrevista”.

O primeiro entrevistado, como vídeo do projeto piloto foi o meu filho Guilherme Diehl.

Nesta entrevista vocês podem observar o jeito que ele se comunica, o tipo de olhar, a dicção, a conexão (ou a falta dela) de sentido entre pergunta e resposta e a doçura desse anjo que Deus me deu…

Lembrando:
– Ele está com dez anos;

– Tem epilepsia

– Toma medicamentos controlados
– Diagnóstico atual: CID10 F84.5 Síndrome de Asperger
– Diagnóstico inicial: aos três anos autismo moderado
– Falou aos quatro anos e meio
– Estabeleceu uma conversa recíproca e não ecolálica a partir dos oito anos de idade

Se você gostar pode compartilhar…
Se você gostar mais ainda pode ser o próximo entrevistado…

E seguimos na luta pela conscientização do AUTISMO

PS: A gravação e a divulgação deste vídeo tem autorização dos pais e do entrevistado, que se sentiu prestigiado e ficou muito feliz com o resultado.

Acesse o link abaixo e assista ao vídeo

https://youtu.be/TNFwUHqIucU

Momentos de isolamento

Momentos de isolamento servem também como uma oportunidade de liberarmos as mágoas, curar os as tristezas da alma e deixarmos as tempestades passarem, como uma forma de encontrarmos novos caminhos, mais verdadeiros e felizes…

Os sofrimentos nos fazem tomar atitudes que nos mostram a verdade, acabam com as nossas ilusões e nos dão a oportunidade de vivermos livres, de fato, com a alma leve e o coração em paz.

Mas não podemos nos iludir com a idéia de que, ao superarmos uma fase ruim, nunca mais iremos sofrer, pois a vida sempre envia novos desafios para que possamos justamente exercer a sabedoria que adquirimos anteriormente, bem como para aprendermos novas lições. É um processo, feito de ciclos, em que nossa mente e espírito vão crescendo, evoluindo e se preparando para viver conforme as leis da vida.
Sejamos fortes, tenhamos fé, façamos a nossa parte e então teremos a vitória!
𝑲𝒆𝒏𝒚𝒂 𝑫𝒊𝒆𝒉𝒍
🅐🅤🅣🅘🅢🅜🅞🅜🅐🅚🅔

Não tenha ídolos

É preciso saber julgar – no sentido de decidir o que é bom – sem ingenuidade, vendo os mesmos fatos sob vários aspectos.

Quando gostamos de alguém, tendemos a observar apenas seus pontos positivos, aqueles que naturalmente queremos enxergar, porém, para evitar frustrações e desilusões é preciso ver além das qualidades e entender que somos todos humanos, dotados de falhas e também de pontos fracos.

Se conseguirmos olhar para o nosso próximo sem nos centrarmos especificamente no que ele mostra de bom, teremos uma melhor capacidade de perceber as situações como um todo, com inteligência e imparcialidade. Isso evita a frustração, a decepção e o sofrimento.

Muito embora a gente saiba que algumas verdades doem, ainda assim é preciso vivencia-las, pois trazem consigo a lucidez, o esclarecimento e o ensinamento que tanto buscamos. Portanto, quando algo ou alguém sai de nossas vidas, certamente algo ou alguém melhor entra no lugar, pois a lei da vida é assim, troca o pior pelo melhor, em processo de constante evolução.

A clareza em não se iludir não é algo que faça parte de uma personalidade dura, insensível, pelo contrário, é parte da vivência de pessoas que sabem que ninguém é perfeito, que todos erram, mas que também não precisamos permanecer no mesmo erro se compreendermos que já passamos de fase e que podemos nos libertar da dor do desconforto gerado por pessoas que não já não nos fazem bem.

Levante a cabeça, siga em frente e não tenha ídolos – escolha ter amores verdadeiros em seu lugar, assim a vida fica mais gostosa, mais leve e mais real.
KenyaDiehl®️
Autismo é vida – me ame como sou
AutismoMake
Faça com amor, faça como um autista!

Nós, autistas, não somos raros…

Eu estou vendo o mundo – ver o mundo – com os meus olhos pela primeira vez.

Eu fico triste pelas pessoas estarem passando por isso dessa forma, através da imposição de um vírus, mas é interessante ver uns dizendo aos outros, na cara, que não podem se visitar, não tendo que dar beijinhos em quem não sente vontade e também tendo que manter uma distância de um metro e meio entre um carrinho e outro no supermercado…

Veja bem, não é antipatia nem nada, mas saber que ninguém vai tocar em você para falar e também que vão tossir e espirrar em seus próprios cotovelos é algo que conforta bastante o coração da gente.

Atualmente todos estão se cuidando mais, tomando mais banhos, higienizando seus celulares, não entrando em casa com os calçados que vem da rua, isso é o que deveria ser feito sempre. Estou tendo a oportunidade de escutar os pássaros, os grilos, o vento e também vendo os pais brincando com as crianças nos quintais de casa, afinal, ninguém aguenta ficar tanto tempo parado com o celular na mão.

Pelo meu olhar autista me parece que uma humanidade autista se faz mais organizada, sincera e com menos frescuras. Todos têm coragem de dizer o que pensam, defendem suas verdades como se elas fossem as únicas e não fazem nada por mera educação. Cada um faz aquilo que acredita ser o melhor, sem ferir o seu próprio senso de justiça e igualdade.

Que bom se tudo ficar ao menos um pouco parecido com isso depois que tudo passar, com mais ordem, mais honestamente, mais amor ao próximo, mais verdades sendo ditas e menos caras feias para a realidade.

O silêncio das rodovias, o vazio das festas, as portas fechadas dos shoppings retratam um isolamento invisível do qual o autista faz parte e que só fica em evidência quando ele sofre bullying ou quando vira notícia por algum dom extremo que algum autista raro tem.

Mas nós, autistas, não somos raros, somos centenas, somos milhares de invisíveis que acompanham o mundo vendo a humanidade se degladiar, de boca calada, mas de olhos e ouvidos atentos, apenas esperando a oportunidade do dia em que alguém irá querer nos ouvir, nos seguir, nos acompanhar…
KenyaDiehl®️
Autismo é vida – me ame como sou
AutismoMake

A necessidade te faz correr atrás dos seus sonhos

São as necessidades que nos fazem criar coragem para enfrentar as mudanças e corrermos atrás de nossos sonhos.

Precisamos abrir a mente para podermos enxergar que na verdade ninguém é vítima. Somos todos aprendizes da vida, estamos aqui para colher o que plantamos. E é através dessa colheita que as lições são apreendidas e que nosso crescimento acontece.

Todos nós que estamos aqui neste mundo viemos para aprender, crescer e evoluir… Mas não é por nos considerarmos, eventualmente, sabedores de algo que devemos julgar nosso próximo.

Algumas pessoas precisam de carinho, outras de atenção, outras, ainda, precisam apenas de espaço, de tempo e de consideração. O Importante é que a vida é uma aventura e as mudanças e provações fazem nossa alma enriquecer, acalmar e no final de tudo poderemos dizer que sobrevivemos e vencemos tudo aquilo que um dia nos fez sofrer.
KenyaDiehl®️
Autismo é vida – me ame como sou
AutismoMake
Faça com amor, faça como um autista!

Somos todos iguais quando o assunto é VIDA

Liberte-se de tudo aquilo que te faz mal. Agora, mais do que nunca, é o momento de percebermos que o status e a posição social, na verdade, não valem de nada quando o assunto é VIDA!

Faça o que é necessário para viver bem, trate a todos com igualdade, com respeito e com educação, mas não deixe de dizer o que sente, não deixe de ser quem você é, não perca a sua autenticidade em troca de uma oportunidade, porque essa mesma OPORTUNIDADE pode te levar a perder a sua própria IDENTIDADE e isso não tem dinheiro no mundo que pague. O seu valor, a sua moral e a sua INDIVIDUALIDADE.

Somos todos iguais sim, mas viemos ao mundo para somar, precisamos respeitar, mas merecemos respeito, viemos do mesmo lugar e para o mesmo lugar retornaremos, merecemos espaço, independentemente de nossa capacidade ou posição social. Ilusão pensar que um sobrenome ou uma conta bancária nos torna melhores ou mais importantes uns que os outros. Somos todos filhos de Deus e para o Pai o que conta mesmo é aprendermos a sermos humildes, humanos, justos e corretos, especialmente quando ninguém nos observa e tudo acontece no silêncio de nossa alma.

KenyaDiehl®️

Autismo é vida – me ame como sou

AutismoMake

Faça com amor, faça como um autista!

Coronavirus e o cérebro autista

O coronavirus por dentro do cérebro autista…

Para o autista o imprevisível atormenta, apavora, incomoda, perturba. Não saber como serão os próximos dias, as próximas horas, as próximas ações nos coloca em situação de ansiedade, de vulnerabilidade emocional e o isolamento social passa a ter um peso incalculável para quem não pode enxergar o mundo através dos nossos olhos.

A pior pergunta de todas e que não pode ser respondida por ninguém é: QUANDO ESSE VÍRUS IRÁ EMBORA? E é essa a pergunta que está na cabeça de muitas pessoas com autismo, não importa a idade que tenham.

É horrível não saber quando poderemos retomar nossas vidas, quando a casa terá o ritmo de sempre, quando o mundo terá o barulho que sempre teve, quando a televisão terá os programas que sempre teve e o noticiário irá parar de noticiar especulações sobre coisas que talvez nunca aconteçam e também sobre coisas que talvez aconteçam até pior do que imaginam.

Sabemos que não somos os seres mais sociaveis do planeta, mas o isolamento forçado, os supermercados com plateleiras vazias, o carro de som passando nas ruas mandando todo mundo ficar dentro de casa, isso é difícil de lidar, difícil de aceitar e impossível de ser confortável.

Somos acostumados a ter equilíbrio através da programação mental, da antecipação do que vamos fazer, de como vamos agir, de onde, quando, como e com quem vamos ir.

Não saber o que, quando e como tudo isso vai terminar é como andar no escuro, de olhos vendados, ouvidos tapados e nariz fechados… É como caminhar na imensidão do universo com os próprios pensamentos armazenados em uma mochila, bem guardados para quando alguém quiser escutar, porque na maior parte do tempo a humanidade está ocupada demais correndo atrás de fama, buscando ter razão ou tentando conquistar seu próprio espaço.

E o autismo continuará sendo um enigma para a maior parte das pessoas porque elas estão ocupadas demais para poderem se preocupar em entender de verdade o que se passa na cabeça e no coração de uma pessoa autista.
KenyaDiehl®️
Autismo é vida – me ame como sou
AutismoMake
Faça com amor, faça como um autista!