O que eu posso fazer para te ajudar?

Às vezes quando alguém desabafa com a gente, não temos um conselho pronto a dar, uma palavra certa a proferir e a situação pode ser tão ruim que qualquer orientação pode ser devastadora ao invés de ajudar.

Então, a melhor opção pode ser essa pergunta mágica: “O que eu posso fazer para te ajudar?”

Parece algo simples, mas reconforta, faz a pessoa se sentir acolhida, importante e protegida. Pode trazer leveza, paz e ainda que não se possa fazer nada a respeito, são momentos em que a pessoa ao menos não se sente julgada e nem diminuída pelos problemas que carrega e o peso que traz em seu peito.

Não julgue, ajude;
Não desacredite, estimule;
Não duvide, escute;

Você pode salvar uma vida. A depressão não tem cara, nem idade e muito menos classe social.

Me ajude a ajudar! Vem comigo!
KenyaDiehl®️
Autismo é vida – me ame como sou
AutismoMake
Faça com amor, faça como um autista!

Não sou o autismo

Eu TENHO autismo, mas NÃO SOU o autismo em si. Olhe para mim e perceba que sou muito mais do que você imagina…

Sou mais do que um diagnóstico, mais do que uma crise ou uma fuga repentina…

O autismo faz parte de mim, mas ele não me domina, não me define, não me determina…

O autismo pode ser um mistério, mas se você estiver disposto a aprender ele muito te faz crescer, te liberta e te ensina…
KenyaDiehl®️
Autismo é vida – me ame como sou
AutismoMake
Faça com amor, faça como um autista!