O autismo ainda vai mudar o mundo

As pessoas acham até interessante eu ser autista, mas elas querem que eu tenha um comportamento neurotipico, uma resposta neurotipica, uma reação e uma emoção neurotipica. Isso dói, é frustrante e magoa.

Por vezes eu entro no meu mundo e não tenho mais vontade de sair.

A alta funcionalidade gera expectativas nas pessoas e essas expectativas pesam na nossa vida, mas essas pessoas se esquecem de que nós autistas temos um tempo e que, terminado esse tempo, precisamos nos recolher, temos problemas com imprevistos, com falsas expectativas e sofremos muito quando as pessoas nos ignoram.

O que tenho observado é que quem mais gosta de atenção e cuidado é justamente quem mais sofre quando também por parte de nós leva um “não”. A diferença é que não fazemos por mal. Apenas agimos de acordo com o que manda o nosso coração. Somos sinceros, honestos, autênticos e verdadeiros com nossa emoção.

Ainda assim não me considero um problema, sei que Deus me fez assim por um uma razão e vou seguir em frente até o fim com a minha missão, com fé, com garra e muita determinação.
KenyaDiehl®️
Autismo é vida – me ame como sou
AutismoMake
Faça com amor, faça como um autista!

Deixar uma resposta